Eu sou, nós somos

Projeto da Educação Infantil continua trazendo muitas atividades sobre autoconhecimento e empatia

Escrever e ler o próprio nome, desenhar um autorretrato, observar-se no espelho. Para crianças pequenas, essas ações estimulam o processo de construção de suas próprias identidades, ao mesmo tempo como favorecem a construção de vínculos com o outro e o sentimento de empatia. No último mês de abril, muitas atividades do projeto da Educação Infantil, “Eu sou, nós somos” abordaram o autoconhecimento dos alunos.

 

Com a volta das aulas presenciais, as crianças vivenciaram uma série de instalações interativas nos corredores da Escola. Na Unidade Campo Belo, espelhos e imagens de artistas célebres como Vincent van Gogh e Frida Khalo incentivaram as turmas a conhecer a técnica do autorretrato. Observando suas próprias reflexões, os alunos desenharam a si mesmos, captando cada uma de suas características. Depois de prontas, as recém-criadas obras de arte foram penduradas para que todos pudessem conferir.

 

Na Unidade Olavo Bilac, as palavras ditaram o tom das atividades. Um “Laboratório de Traços” foi montado na entrada da Escola, no qual as crianças criaram um verdadeiro dicionário em um painel de tecelagem. Cada uma escreveu um termo que conheceu durante as aulas, como “Respeito”, “Felicidade”, “Amor”, “Paz” e muitos outros. 

 

Depois da tecelagem, essas palavras foram colocadas neste quadro colaborativo, no qual os alunos puderam compartilhar conhecimentos e sentimentos. Além disso,todos foram incentivados a escrever seus nomes e pendurá-los em galhos de árvores pela Unidade.

 

O projeto “Eu sou, nós somos” oferece às crianças a possibilidade de entrar em contato com seus sentimentos, reconhecê-los e aprender que é possível falar sobre eles, favorecendo a construção da identidade e o equilíbrio da mente, do corpo e do coração.

1/17
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
  • LinkedIn ícone social