Magno em Portugal

Alunas e Coordenador do Magno discutem os efeitos da desertificação em Encontro Internacional da UNESCO

O ano letivo ainda nem começou, mas já cruzamos o oceano! 

 

As alunas Manuela Azevedo Tubandt e Victória Saad Martire estão em Portugal, representando o Colégio Magno durante o XXII Encontro Internacional de Jovens Cientistas das Escolas Associadas da Unesco, que acontece em Santarém, até o dia 11 de janeiro. O Magno é a única escola brasileira participante do Encontro, que reúne 44 jovens estudantes de países como Alemanha, Espanha, EUA, Itália e Portugal.

 

Acompanhadas pelo coordenador de ciências humanas da Escola, Raildo Alencar, a dupla apresenta o projeto “A Desertificação como uma crise social”. Segundo Raildo, o trabalho aborda a chamada “desertificação social”. “Esse é um fenômeno que favorece a exclusão da população de um determinado lugar. Sem condições de subsistir nesses espaços, ela acaba forçada a migrar para outras áreas”, explicou.

 

Além de abordar o assunto,  as alunas do Magno vão apresentar uma proposta de trabalho, a ser aplicado em parceria com outras escolas, que podem reduzir os impactos dessa migração. O  XXII Encontro Internacional de Jovens Cientistas das Escolas Associadas da Unesco tem como o tema “A luta contra a desertificação: o grande desafio para os jovens”. 

 

No ano passado, o encontro debateu o futuro dos oceanos e contou também com a participação de alunos do Colégio Magno. Na ocasião, as alunas Ana Beatriz Costa e Giovanna Cavassa Hayachi, apresentaram os resultados de uma pesquisa desenvolvida na região da Baixada Santista, em parceria com o Instituto Oceanográfico da USP e professores da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

1/2
  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon